Como contratar um excelente cuidador de idosos

Gostou desse artigo? Compartilhe

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no telegram

Contratação de Cuidadores para
Pessoas com Alzheimer

1 Diferentes profissionais.

Em geral usamos o termo CUIDADOR para indicar todas as pessoas que ajudam a cuidar. Quer seja de um idoso ou de uma pessoa doente. Cuidar é mais comumente usado para tratar deficiências relacionadas à velhice, incapacidade, doença ou distúrbio mental. Porém para a contratação temos que ter um pouco mais de atenção na nomenclatura:

1.1 Cuidadores

O Cuidador de idoso ou Cuidadores Informais. Geralmente fazem um curso de cuidados básicos ou mesmo usam essa denominação quando não tem curso, mas tem acompanhado pessoas doentes por algum tempo. Esse profissional tem a principal função de cuidar de um determinado idoso, dessa forma, ele deve atender as necessidades como: higiene, alimentação, remédios, fazer companhia, conversar, passear etc.

1.2 Técnicos em enfermagem

Técnico em enfermagem é um profissional com formação de nível médio, que presta serviços de enfermagem, sob supervisão do Enfermeiro, a pacientes em clínicas, hospitais, domicílios e nos serviços de atendimento a urgência e emergência pré-hospitalar.

1.3 Enfermeiros

O enfermeiro é um profissional de nível superior com competência técnica, científica e humana; responsável pela equipe de enfermagem e pela promoção, prevenção e recuperação da saúde dos indivíduos.

Contratar um cuidador de idosos

2 Qual profissional eu contrato?

Vamos analisar juntos. Se você precisa de alguém para fazer companhia para um idoso que está em boas condições de saúde um cuidador te ajuda. Se esse idoso tem alguma doença grave, já pode pensar em um técnico em enfermagem ou enfermeiro. Se a doença é uma demência como Alzheimer, no início pode ser um cuidador ou técnico de enfermagem, mas com o avançar da enfermidade pense em um técnico enfermagem ou enfermeiro.

No caso da mamãe que tem Alzheimer optei por técnicas de enfermagem pela facilidade maior de lidar com os remédios. Saber medir pressão e aplicar injeção. Gratidão as profissionais que ajudam mamãe Ana Karine e Marlene!!! 

3 Onde procurar o profissional?

Não pense duas vezes. Poste anúncio nas redes sociais, como por exemplo: nos grupos de emprego do FACEBOOK, nos jornais da região. Pode procurar também uma agência de emprego conceituada e associações. Outra opção é ir em hospitais e clínicas e buscar indicações com os profissionais de saúde.

Se colocar anúncio nas redes sociais vai receber inúmeras pessoas procurando TRABALHAR, muitas vezes sem a mínima qualificação. Então o trabalho de separar o “joio do trigo” vai ser seu.

Se não tem tempo e nem disposição, a opção é a agência de emprego. Realmente respire fundo e procure uma conceituada, pois existem empresas que vão querer empurrar a todo custo o profissional que tem em seu banco de currículos e não o que você precisa.

As indicações de outros profissionais são um meio termo entre as duas anteriores. Precisa investir um pouco de tempo e filtrar os profissionais que aparecem. Se receber a indicação de algum profissional que está disponível por causa do falecimento da pessoa que cuidava por muito tempo, corra, pois é uma excelente qualidade.

4 Que critérios usar?

Pergunte tudo: Idade, peso e altura, se mora perto, religião, tempo de experiência, cursos que tem, problemas de saúde que já sofreu, estabilidade familiar,  etc.
Alguns mais subjetivos também como: Saber ouvir, ter equilíbrio emocional, paciência, calma, carisma e empatia.
Lembre-se que o foco é a pessoa a ser cuidada. 

5 Faça uma entrevista.

Olho no olho. Peça referências e ligue! Coloque para conversar a pessoa a ser cuidada e o profissional. Observe como interagem. Proponha situações com bases práticas. Como por exemplo essas que uso:

  • Peça para separar a lista dos remédios.
  • Pergunte o que faria em caso de algum acidente?
  • Peça para escrever uma relação de itens que faltam em casa.
  • Peça para dar um copo de água para pessoa a ser cuidada e observe.
  • Pergunte o que faria se precisar faltar? (Somente liga ou acha alguém para substituir)

Política de uso

A reprodução de matérias, fotografias e imagens é livre mediante a citação do site “Estratégias do Alzheimer https://estrategiasdoalzheimer.com.br/“, bem como, dos autores do texto, das fotos e imagens. 

Deixe seu comentário construtivo...

Leia Mais

Boas Vindas
Vida & Sociedade
Marcelo Godinho

Sidarta Ribeiro – Roda Viva

TV Cultura Daniela Lima recebe o neurocientista Sidarta Ribeiro, diretor do Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. O Roda Viva

Leia Mais »

Se Inscreva!

Deixe uma Mensagem.

[contact-form-7 id="654" title="Formulário de contato 1"]