A Polêmica do Novo Remédio contra Alzheimer – Educanumab

Gostou desse artigo? Compartilhe..

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no tumblr
Compartilhar no telegram

💊 Aducanumab 💊

A agência de saúde americana, FDA (Food and Drug Administration), equivalente a ANVISA no Brasil,  aprovou nesta segunda-feira, 07 de junho de 2021, depois de muita insistência, a droga Aducanumab, utilizada para o tratamento de Alzheimer

Remédio para Idoso com Alzheimer

Novo remédio para uma velha promessa.

O remédio, desenvolvido pela empresa americana de biotecnologia Biogen, figura como a primeira aprovação específica de um medicamento capaz de reduzir a presença da proteína chamada beta-amiloide no cérebro. Esse material forma placas ao redor dos neurônios, interrompendo seu funcionamento.  O novo medicamento deve destruir os acúmulos das placas.

Aducanumab é o nome.

Desde 2016 já estamos ouvindo falar no Aducanumab. Em março de 2019 dois estudos que estavam na fase 3 de avaliação foram interrompidos pois poderiam apresentar resultados distorcidos.

Polêmica do Aducanumab no FDA.

Os membros dos especialistas da FDA concordaram que o aducanumab encontra seu alvo e elimina a beta-amiloide, mas muitos disseram que não estavam convencidos de que o benefício observado na escala de avaliação clínica estava necessariamente relacionado à redução da beta-amiloide. Em novembro de 2020, um comitê consultivo do FDA concluiu que não havia evidências suficientes para apoiar a eficácia do tratamento e a comercialização do fármaco não foi aprovada.

Educanumab

Detalhes do Aducanumab.

A droga foi desenvolvida para pacientes com deficiência cognitiva leve, não funciona com demência grave, e tem o objetivo de retardar a progressão da doença de Alzheimer. 

O Educanumab deve ser administrado, mensalmente, por meio de infusão intravenosa.

A infusão na medicina, basicamente, consiste na administração de fluidos, como nutrientes e medicamentos, diretamente em uma veia, por meio de um cateter esterilizado.

Qual o valor do tratamento com Aducanumab?

Em maio de 2021, o Instituto de Revisão Clínica e Econômica divulgou um relatório preliminar estimando que o medicamento deveria custar entre US$ 2.560 (R$ 12,86 mil) e US$ 8.290 (R$ 41,6 mil) por ano. 

Em matéria publicada pelo Jornal do SBT em 09/06/2021 foi informado o valor de US$ 50 mil dólares (R$ 252 mil reais) por ano. 

Aprovação Especial.

O medicamento foi aprovado pela FDA sob uma via acelerada especial, que permite o uso de medicamentos que têm uma probabilidade razoável de trazer algum tipo de benefício para os pacientes, mesmo quando há incerteza sobre seu funcionamento.

Esclarecimento final.

O FDA esclareceu que monitorará o medicamento nesta etapa pós-aprovação e que pede à Biogen, a empresa responsável, que comande um novo estudo para garantir os benefícios do uso do medicamento.

Caso não funcione como esperado, diz a reguladora, o medicamento poderá ser retirado do mercado.

Matéria SBT Brasil sobre o Aducanumabe

FONTES:

Vídeo 1: SBT Brasil

Imagem: Image by eliola 

Site: Estratégias do Alzheim

 

Política de uso

A reprodução de matérias, fotografias e imagens é livre mediante a citação do site “Estratégias do Alzheimer https://estrategiasdoalzheimer.com.br/”, bem como, dos autores do texto, das fotos e imagens. 

Deixe seu comentário construtivo...

Leia Mais

Violência Contra o Idoso
Notícias
Marcelo Godinho

Violência Contra o Idoso

Campanha Estratégias do Alzheimer Começamos uma campanha de conscientização sobre o que é a violência contra o idoso. Muitos idosos principalmente os que tem a

Leia Mais »
Treino Cognitivo - Borboleta 1
Treino Cognitivo
Marcelo Godinho

Treino Cognitivo – Borboleta 1

💪🧠 Treino 🧠💪 Cognitivo Semanal 🦋 Borboleta 🦋   Papagaios, papagaios e mais papagaios!!!  – Quer que ache borboletas? -Fala sério!!!??? Exatamente. Simples assim! Quantas

Leia Mais »

Se Inscreva!

Deixe uma Mensagem.

[contact-form-7 404 "Not Found"]