Estratégias do Alzheimer®️

15 Estratégias da Super Memória

Gostou desse artigo? Compartilhe..

A memória é uma habilidade fundamental para o aprendizado e o desempenho em diversas áreas da vida. No entanto, muitas vezes nos esquecemos de informações importantes ou temos dificuldade para lembrar de detalhes. Como podemos melhorar a nossa capacidade de memorizar e recordar o que aprendemos? Neste post, vou apresentar 15 Estratégias da Super Memória baseadas em evidências científicas que podem ajudar a aprimorar a memória. São elas:

🧠 🧠 🧠

15 Estratégias da Super Memória

15 Estratégias da Super Memória

🧠 🧠 🧠

1. Repita o que quer lembrar.

 A repetição é uma das formas mais simples e eficazes de reforçar as conexões neurais que formam as memórias. Quanto mais você repete uma informação, mais fácil será de acessá-la no futuro.

🧠 🧠 🧠

2. Faça associações

Outra forma de facilitar a memorização é associar a informação nova a algo que você já sabe ou que tenha algum significado para você. Por exemplo, se você quer lembrar o nome de uma pessoa, pode relacioná-lo a alguma característica física, profissão, hobby ou outra pessoa que você conheça.

🧠 🧠 🧠

3. Use mnemônicos.

Os mnemônicos são técnicas que usam palavras, imagens, sons ou gestos para representar informações complexas ou difíceis de lembrar. Por exemplo, para memorizar os planetas do sistema solar na ordem correta, você pode usar a frase “Meu Velho Tio Marte Já Sabe Usar Netuno” (Mercúrio, Vênus, Terra, Marte, Júpiter, Saturno, Urano e Netuno).

🧠 🧠 🧠

4. Organize as informações.

Uma forma de melhorar a retenção e a recuperação das informações é organizá-las em categorias, grupos ou hierarquias lógicas. Por exemplo, se você quer memorizar os países da América do Sul, pode agrupá-los por região geográfica, idioma ou tamanho

🧠 🧠 🧠

5. Elabore as informações.

A elaboração consiste em expandir, explicar ou dar exemplos sobre as informações que você quer memorizar. Isso ajuda a criar conexões mais profundas e significativas entre os conceitos e facilita a recordação posterior. Por exemplo, se você quer memorizar a definição de um termo técnico, pode tentar explicá-lo com suas próprias palavras ou dar um exemplo prático de sua aplicação.

🧠 🧠 🧠

6. Teste-se.

Uma das formas mais eficientes de consolidar as memórias é testar o seu conhecimento sobre o que você aprendeu. Ao fazer isso, você ativa os processos de recuperação e reforça as pistas que facilitam o acesso às informações no futuro. Além disso, você identifica as lacunas no seu conhecimento e pode revisá-las posteriormente.

🧠 🧠 🧠

7. Revise periodicamente.

A revisão é essencial para evitar o esquecimento das informações ao longo do tempo. No entanto, não basta revisar uma vez só; é preciso espaçar as revisões em intervalos cada vez maiores, seguindo o princípio da curva do esquecimento. Por exemplo, se você aprendeu algo hoje, pode revisá-lo amanhã, depois em uma semana, depois em um mês e assim por diante.

🧠 🧠 🧠

8. Aplique o que aprendeu.

Outra forma de fortalecer as memórias é aplicar o que você aprendeu na prática ou em situações reais. Isso ajuda a transferir o conhecimento da memória de curto prazo para a memória de longo prazo e a torná-lo mais útil e relevante para você.

🧠 🧠 🧠

9. Ensine o que aprendeu.

Uma das melhores formas de aprender é ensinar. Ao ensinar o que você aprendeu para outra pessoa, você precisa organizar, elaborar e explicar as informações de forma clara e coerente, o que favorece a memorização e a compreensão dos conceitos.

🧠 🧠 🧠

10. Use recursos visuais.

Os recursos visuais, como imagens, gráficos, mapas mentais ou diagramas, podem ajudar a representar as informações de forma mais clara e atrativa, facilitando a memorização e a recordação. Além disso, eles estimulam o uso da memória visual, que é uma das mais poderosas formas de armazenamento de informação no cérebro.

🧠 🧠 🧠

11. Durma bem.

O sono é fundamental para a consolidação das memórias e para o funcionamento adequado do cérebro. Durante o sono, o cérebro processa, organiza e armazena as informações que foram aprendidas durante o dia, tornando-as mais estáveis e acessíveis. Além disso, o sono melhora a atenção, a concentração e o humor, que são fatores que influenciam a capacidade de memorizar e recordar.

🧠 🧠 🧠

12. Alimente-se bem

A alimentação também tem um papel importante na saúde cerebral e na memória. Alguns nutrientes, como as vitaminas do complexo B, os ácidos graxos ômega-3, os antioxidantes e os minerais, são essenciais para o funcionamento das células nervosas e para a prevenção de doenças degenerativas. Além disso, é importante evitar o consumo excessivo de álcool, açúcar e gorduras saturadas, que podem prejudicar a cognição e a memória.

🧠 🧠 🧠

13. Faça exercícios físicos.

Os exercícios físicos são benéficos para a memória por vários motivos. Eles aumentam o fluxo sanguíneo e o oxigênio para o cérebro, melhorando a sua nutrição e oxigenação. Eles também estimulam a liberação de hormônios e neurotransmissores que favorecem o humor, a motivação e a aprendizagem. Eles ainda promovem a formação de novas células nervosas e a plasticidade cerebral, que é a capacidade do cérebro de se adaptar e se reorganizar.

🧠 🧠 🧠

14. Mantenha-se ativo mentalmente.

Assim como o corpo, o cérebro precisa de estímulos e desafios para se manter saudável e funcional. Por isso, é importante manter-se ativo mentalmente, realizando atividades que exijam raciocínio, criatividade, atenção e memória. Por exemplo, você pode ler livros, aprender um idioma, tocar um instrumento, resolver quebra-cabeças ou jogar jogos de estratégia.

🧠 🧠 🧠

15. Reduza o estresse.

O estresse é um dos maiores inimigos da memória. Ele interfere na capacidade de concentração, de aprendizagem e de recordação das informações. Ele também afeta negativamente o humor, a motivação e a autoestima, que são fatores que influenciam a memória. Por isso, é importante adotar hábitos que ajudem a reduzir o estresse, como praticar técnicas de relaxamento, meditação ou respiração profunda; ter uma rotina equilibrada; buscar apoio social; e buscar ajuda profissional quando necessário.

🧠 🧠 🧠

Conclusão.

Essas são algumas das estratégias que podem ajudar você a melhorar a sua memória e o seu desempenho em diversas áreas da vida. No entanto, lembre-se de que cada pessoa tem um estilo de aprendizagem diferente e que nem todas as estratégias funcionam da mesma forma para todos. Por isso, experimente diferentes técnicas e descubra quais são as mais adequadas para você.

🧠 🧠 🧠

Fontes:

Texto: Marcelo Godinho

Baddeley A., Eysenck M., Anderson M., Memory (2nd ed.), Psychology Press.

Medina J., Brain Rules: 12 Principles for Surviving and Thriving at Work, Home and School (2nd ed.), Pear Press.

Sousa D., How the Brain Learns (5th ed.), Corwin.

Site: Estratégias do Alzheimer

🧠 🧠 🧠

LEIA MAIS:

Deixe seu comentário construtivo...

Leia Mais

Treino Cognitivo - Espírito Santo 1
Treino Cognitivo
Marcelo Godinho

Treino Cognitivo – Espírito Santo 1

💪🧠 Treino 🧠💪 Cognitivo Semanal Espírito Santo 1.   Lares, famílias, animais e muita felicidade! Assim deveria ser! Mas sempre que precisamos, pedimos ajuda ao

Leia Mais »

Se Inscreva!

Deixe uma Mensagem.

Erro: Formulário de contato não encontrado.